terça-feira, 21 de junho de 2011

ASSUNÇÃO ESTEVES

A escolha por parte do PSD para presidente da Assembleia da República de Assunção esteves é mais uma clamorosa derrota de Alberto João Jardim e um indicador claro por parte de Passos Coelho contra a corrupção e o clientelismo.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

LEGISLATURA COMEÇA MAL!

Começa muito mal uma Legislatura onde no primeiro dia a Assembleia da República é presidida por um deputado que não cumpre a legislação!

quarta-feira, 8 de junho de 2011



Exmo Sr. Presidente da Assembleia da República,

Considerando que:

A Comissão Nacional de Eleições é actualmente um órgão meramente folclórico, incapaz de impôr o cumprimento da Lei Eleitoral, nomeadamente o artigo 56º da Lei Eleitoral Assembleia da República, que estatui a “Igualdade de oportunidades das candidaturas”;

A CNE também não impõe às entidades públicas o cumprimento do artigo 57º da mesma lei, que impõe a “Neutralidade e imparcialidade das entidades públicas”, permitindo inaugurações eleitoralistas no país até quase à véspera das votações;

O custo anual deste organismo em 2011 vai ser de cerca de um milhão e quatrocentos mil euros, sendo,dado os seus fracos resultados práticos, um verdadeiro sorvedouro do dinheiro dos contribuintes;

Esta entidade nem sequer consegue apresentar resultados fiáveis dos actos eleitorais, como aconteceu nas eleições presidenciais de 2010;

A CNE tem dois pesos e duas medidas, considerando que há queixas de anónimos que são tratadas em 24 horas enquanto outros cidadãos nunca recebem qualquer resposta a queixas apresentadas,

Os subcritores desta petição vêm propôr a dissolução da Comissão Nacional de Eleições.

1º signatário

João Manuel de Carvalho Fernandes

Assinar petição

quarta-feira, 1 de junho de 2011

A JSD EM ACÇÃO....

Cartazes do PND deitados ao chão

Os cartazes que o Partido da Nova Democracia colocou, durante a última madrugada, na baixa do Funchal, apareceram no chão e alguns dentro das ribeiras. Um acto de vandalismo que é documentado nas fotos.


Com a devida vénia ao Diário de Notícias da Madeira

Hélder Spínola, cabeça-de-lista pela Madeira, queixou-se desta atitude "anti-democrática" e lembrou que estes actos são puníveis com pena de prisão. O candidato do PND, numa acção de campanha que decorreu no Jardim Municipal, no Funchal, desafiou o líder do PSD-M, Alberto João Jardim, "para que não restem dúvidas", a vir a público "demarcar-se" destes actos.


Foi já apresentada uma queixa-crime na PSP, sendo que os dirigentes do PND desconfiam da acção de "um grupo da JSD". "Isto é uma coisa estranha. Parece que o PND chateia a ladroagem que desceu à cidade e só destruiu a nossa propaganda. Como é possível que se danifiquem 300 cartazes sem a Polícia ver?", questionou Baltasar Aguiar. A colocação da propaganda em causa, onde surge a caricatura de Alberto João Jardim a levar com uma moca na cabeça, decorreu até às 02h30 da madrugada, tendo os cartazes desaparecido de artérias centrais como Fernão Ornelas, Oudinot, Visconde Anadia ou 5 de Outubro.
 
Free counter and web stats
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!