quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

PND distribui sexta-feira 4 mil euros em cabazes de Natal

 

Deputado diz que esta é uma forma de devolver à população as verbas do jackpot parlamentar

O PND vai distribuir sexta-feira de manhã, pelas 10h30, em frente à Assembleia Legislativa da Madeira, cerca de quatro mil euros em cabazes de compras. A iniciativa foi anunciada, pelo deputado Hélder Spínola, durante a acção de entrega de um donativo de 219 euros à Associação de Surdos e que vai servir para completar a verba necessária para a compra de uns óculos especiais a um jovem com deficiência visual que é apoiado pela instituição.

"Nós não estamos aqui a dar nada. Estamos é a devolver parte das verbas que são transferidas para os partidos políticos da Assembleia Regional e que atingem um valor de 5,3 milhões de euros por ano, o que representa uma contribuição de cada madeirense de 20 euros por anos. Estamos a devolver parte dessa verba que nós entendemos que foi mal atribuída à Assembleia, pois a sociedade tem outras prioridades, nomeadamente ajudar estes heróis da vida", disse o parlamentar do PND, após entregar um cheque ao presidente da Associação de Surdos, cujo âmbito de acção vai além da ajuda aos portadores de deficiência auditiva.

Hélder Spínola recordou que o PND já propôs a redução do denominado 'jackpot' que é transferido para os partidos, mas "o PSD e o Governo Regional nunca quiseram corrigir a situação". Por outro lado, sublinhou que é errado "mascarar de solidariedade" a devolução de verbas à população, como fazem outros partidos. "Quem entrega este dinheiro dizendo que está a dar o seu contributo para ajudar alguém, não está a fazer solidariedade, porque este dinheiro não é seu", rematou o porta-voz do PND.
 

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

PND perseguido pelo Ministério Público


Em Portugal, quem luta contra políticos que gastam o dinheiro dos contribuintes em proveito próprio, como neste caso, acaba perseguido pelo Ministério Público.

Para quem esteja mais desatento, a questão é Alberto João Jardim gastar impostos pagos pelos portugueses a financiar o Jornal da Madeira (para 2013, pelo menos 4,7 milhões de euros - pág 129) que está exclusivamente ao seu serviço, enquanto a pobreza se vai espalhando.

Ministério Público acusa candidatos do PND que invadiram Jornal da Madeira no ano passado

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Vamos correr com a malandra da Jonet!



Vamos correr com a malandra da Jonet do Banco Alimentar!

Para começar, tem nome estrangeiro, deve ser mais uma daqueles que por aí andam para nos explorar!

Vamos substituí-la por um dos muitos indignados. Têm direito a ter emprego!

A finória da ricaça trabalhava de borla por ter muita massa, mas quem a vai substituir não é, por isso vamos dar um bom ordenado a quem ocupar a presidência. E um carro digno da função - no mínimo idêntico aos do grupo parlamentar do Partido Socialista na AR.

E é um escândalo que seja a iniciativa privada a suster alguns desvalidos da vida, por isso vamos exigir que o Estado passe a subsidiar pelo menos a 90% o Banco Alimentar.

Bute aí mostrar a nossa indignação, manifestando-nos à frente do armazém do Banco Alimentar!

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

PND - Nota de Imprensa - Moção de Jardim



1) O PND leu com verdadeira delícia a moção do Dr. Alberto João Jardim, modestamente denominada “Realizar a Esperança”, mas que é no fundo o anúncio do parto da independência da Madeira.

2) O PND verifica que o Dr. Jardim se mantém na delirante rota do “P´rá frente sempre”, mesmo quando pela frente tem um abismo.

3) O PND deseja informar o Dr. Jardim que os seus delírios e alucinações, apesar da sua provecta idade, já têm cura, segundo estudos científicos desenvolvidos pela Universidade Italiana de San Cirilio.

4) Finalmente, o PND pede a todos os militantes conscienciosos do PSD-M que ajudem à cura do grande empregado da política que é o Dr. Jardim, apoiando-o em todas as suas justificadas necessidades. Contrariar o doente é perigoso.

Funchal, 1 de Outubro de 2012

A Direção do PND

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Brilhante (e certeira) análise à entrevista do Rei da Mamadeira


"Apresenta claras perturbações mentais"

A análise de Rubina Sequeira, ex-deputada do PND e advogada



Apreciação Geral: O Presidente do Governo Regional da Madeira perdeu o contacto com a realidade e apresenta claras perturbações mentais. O pensamento acelerado com fuga de ideias, a irritabilidade e impaciência, a dificuldade em manter a atenção e em concluir respostas, as ideias de grandeza e superestima das suas capacidades, as alucinações e associações desconexas, são alguns dos sintomas do transtorno psicótico revelado.

A frase: “Ninguém roubou dinheiro, não foram é comunicadas contas. (…) Não houve facturação!!! “ – Como verdadeiro louco, é inimputável. Isto passou na televisão nacional – pela segunda vez! – e ninguém reagiu.

O momento: Aquele em que o Ex.mo Sr. Presidente teve a audácia de dizer que o querem afastar do poder, por ter vindo a denunciar a plutocracia e a maçonaria… Já não me ria assim há algum tempo.




sexta-feira, 17 de agosto de 2012

COMBUSTÍVEIS

Se antes, segundo o grande líder, o preço dos combustíveis era mais baixo na Madeira graças a ele, pode-se concluir que sendo agora mais elevado do que no continente, a culpa é dele?

domingo, 12 de agosto de 2012

CADA PORTUGUÊS É RESPONSÁVEL

Publicado também n' A REVOLTA

Segundo as notícias das últimas horas desapareceram os documentos do caso (de corrupção) dos submarinos.

Não é que fosse especialmente importante a sua existência porque o resultado final seria sempre o habitual - arquivamento e/ou absolvição.

Mas, de qualquer forma é lamentável que casos destes continuem a acontecer no nosso país e que determinada "direita" tão rápida a falar de "Freeports" e outros que tais, em casos de "sobreiros" e "submarinos", reza uma Avé Maria e um Padre Nosso e fica tudo bem.

Bem vistas as coisas, a responsabilidade final acaba por ser do povo português, que com o seu voto cauciona esta gentalha. Mas o que esperar de quem reelege corruptos dizendo "rouba mas faz" ou de quem vai oscilando o seu voto entre os mesmos de sempre apesar de eleger invariavelmente gente que segue como política única o privilegiar os seus interesses pessoais?

Sejamos claros: Um corrupto é um corrupto. Um ladrão é um ladrão. Independentemente de ser de direita ou de esquerda! Não pode haver tonalidades diferentes na condenação de actos lamentáveis dependendo da cor política dos intervenientes.

E enquanto quem se indigna o fizer (quase) em surdina e de forma disfarçada, tudo ficará na mesma! É com isso que eles contam: a habitual passividade do povo português, que gosta de criticar mas na hora da verdade ganha medo à mudança e mantem tudo na mesma!

Merda de gente que tem o meu País!

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Em 1998, os meios aéreos eram imprescindíveis para o governo de Alberto João Jardim

Custou, mas encontrei! Em 2 de Dezembro de 2008 tinha escrito neste blog sobre o assunto...


JORNAL OFICIAL

Segunda -feira, 6 de Outubro de 1998

Resolução n," 1262/98 Adjudica, por ajuste directo, com dispensa de concurso, à empresa HeliAtlantis -Turismo em Helicópteros, Lda. uma prestação de serviços de transporte e de locação de helicóptero.

Resolução n.° 1262/98

Considerando que, para a execução das atribuições do Governo Regional e no âmbito das competências de diversas Secretarias Regionais, surgiu a necessidade de dispôr de um meio aéreo, como meio ideal para a realização de determinadas tarefas, designadamente, vigilância das serras, incluindo a prevenção, detecção e combate de incêndios, vigilância da costa marítima da Madeira e Porto Santo, apoio à Protecção Civil, serviços do Parque Natural da Madeira incluíndo Ilhas Desertas, entre outras; ."

Considerando a inexistência na Região Autónoma da Madeira, salvaguardados que sejam os meios militares, de quaisquer outros meios aéreos passíveis de realizar tais tarefas, com excepção do helicóptero, sendo este aliás em alguns casos o meio ideal para o efeito;

Considerando que, a empresa "HeliAtlantis-Turismo em Helicópteros, Ld" é detentora do único helicóptero existente na Região Autónoma da Madeira;

Considerando ainda que, o helicóptero da supracitada empresa comprovou já a sua aptidão para a realização deste tiro de tarefas, através do seu importante e imprescindível contnbuto no caso recente do acidente ocorrido no Pico do Arieiro em que este meio aéreo foi usado nas buscas efectuadas.

O Conselho do Governo reunido em plenário em 30 de Setembro de 1998, resolveu:

1 - Ao abrigo das disposições conjugadas da alínea d) do n," 1 do artigo 36° e do artigo 37° do Decreto-Lei n."55/95, de 29 de Março, com a redacção que lhe foi dada pelos Decretos-Lei n''s. 80/96, de 21 de Junho e 128/98, de 13 de Maio adjudicar por ajuste directo, com dispensa de concurso, à empresa HeliAtlantis -Turismo em Helicópteros, Ld'", uma prestação de serviços de transporte e de locação do helicóptero, pelo valor anual de 24.43'0.000$00, acrescidos de NA à taxa legal em vigor, nos termos de contrato escrito a celebrar.

2 - Aprovar a minuta do contrato de prestação de serviços a celebrar a qual faz parte integrante da presente Resolução e fica arquivada na Secretaria Geral da Presidência do Governo Regional.

3 - Mandatar o Secretário Regional do Plano e da Coordenação para em representação da Região Autónoma da Madeira outorgar no respectivo contrato.

Esta despesa tem cabimento orçamental na Secretaria 03, Capítulo 01, Divisão 01, Subdivisão 00, Classificação Económica 02.03.10, alínea E).

Presidência do Governo Regional. - O Presidente do Governo Regional, Alberto João Cardoso Gonçalves Jardim.



Segunda -feira, 12 de Outubro de 1998

Resolução n." 1298/98 Rectifica a Resolução n." 1262/98, de 30 de Setembro.

Resolução n.0 1298/98

O Conselho do Governo reunido em plenário em 8 de Outubro de 1998, resolveu:

Rectificar, por ter saído com inexactidão, a Resolução n." 1262/98, de 30 de Setembro do corrente ano por forma a que onde se lê:
(...) adjudicar por ajuste directo, com dispensa de concurso, à empresa HeliAtlantis - Turismo em Helicópteros, Ld" uma prestação de serviços de transporte e de locação do helicóptero (...).

Deverá ler-se: (...) adjudicar por ajuste directo, com dispensa de concurso, à empresa HeliAtlantis - Turismo em Helicópteros, Ld" uma prestação de serviços de vigilância, assistência e transporte (...).

Presidência do Governo Regional. - O Presidente do Governo regional, Alberto João Cardoso Gonçalves Jardim



Como dizia outro grande aldrabão - o que é verdade hoje pode ser mentira amanhã!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

(IR)RESPONSÁVEIS E ALDRABÕES


Então agora na Madeira já não serviriam de nada meios aéreos para combate aos fogos?

Nesse comunicado, os sociais-democratas alegam que, "infelizmente, as condições orográficas e a morfologia acidentada das zonas atingidas e ainda o facto de não se dispor de albufeiras para abastecimento de água torna impossível a intervenção de meios aéreos no combate aos incêndios em causa", concluindo que não passa de "pura demagogia o apelo de alguns responsáveis políticos ao recurso a tais meios".


Tem graça, seria capaz de jurar que há uns tempos...

quinta-feira, 19 de julho de 2012

O PRINCIPAL RESPONSÁVEL

Por muito que digam, por muitas desculpas que inventem, a partir do momento em que, em plena crise, se continuam a dar milhares e milhares de euros para o futebol e para o Jornal da Madeira e não há dinheiro para os bombeiros, o principal responsável pela tragédia de ontem é este:

quinta-feira, 12 de julho de 2012

IMAGINEM....

Por um momento imaginem que um deputado da Assembleia da República se deslocava à Madeira e tentava assistir a um plenário da Assembleia Regional de megafone ao pescoço.

Já imaginaram?

O que acham que aconteceria?

A) A polícia nem o deixava entrar

B) A Rainha de Inglaterra expulsava-o logo

C) Acorda que estás a sonhar. Achas que há algum deputado na AR com tomates para afrontar o Rei da Mamadeira?

quarta-feira, 4 de julho de 2012

MADEIRA

E depois do apagão da webloger, o regresso do meu blog "turístico", no SAPO. Aos poucos tentarei recuperar o que se perdeu.

MADEIRA

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Jorge Figueira de Sousa


Uma grande perda para a cultura madeirense. A sua livraria era (é) para mim um local de visita obrigatória em cada viagem à Madeira. E conseguia quase sempre trazer algum livro que não encontrava no continente!

FUMAÇAS - O regresso


E depois do "apagão", o regresso deste meu blog, um dos mais antigos de Portugal, agora no SAPO:

FUMAÇAS - "Never, never, never give up."

Não percam hoje, os negócios de Figo dos quais nenhum órgão de comunicação social em Portugal fala...

domingo, 1 de julho de 2012

O que é que se comemorou hoje na Madeira?

O fim da autonomia por total incompetência dos que estão à frente dos destinos da ilha?

O clientelismo e a corrupção?

Ou foi uma auto celebração daqueles que já nem eles próprios sabem como ainda estão no poder mas continuam a pretender prolongar as benesses "conquistadas" pelo maior período possível de tempo?

quarta-feira, 6 de junho de 2012

JORNAL DA MADEIRA

Ao fim de anos e anos em que calou e consentiu e de ter sido governo e nada ter feito, o PS lembrou-se agora em Lisboa de contestar este cancro da pseudo-democracia madeirense.

Pena fazê-lo tão tarde!

segunda-feira, 28 de maio de 2012

PND exige eleições antecipadas se Jardim não comparecer a moção de censura



O presidente do PND-M ,  Baltasar  Aguiar , defendeu hoje a realização de eleições legislativas regionais antecipadas caso o presidente do Governo Regional, Alberto João Jardim, não compareça terça-feira na Assembleia Legislativa na discussão da moção de censura do PS-M. "Se amanha o dr. Alberto João Jardim não subir estes degraus - disse apontando para os dois degraus que dão acesso ao interior da Assembleia Legislativa - para responder pelo roubo que fez à Madeira, nós queremos eleições".

Com a devida vénia ao Diário Digital

"A salvação regional exige eleições se, amanhã, o presidente do Governo Regional não subir estes degraus para responder pela desgraça em que a Madeira está", acrescentou.

Para o PND-M, a ausência de Alberto João Jardim significará a existência de "uma situação de absoluta irregularidade democrática, de instabilidade total na autonomia e na forma de funcionamento dos órgãos autonómicos o que exige intervenção do Sr Presidente da República para repor a legitimidade democrática do Governo e, isso, exige eleições e não um governo de salvação regional".

"Se o dr. Jardim, quando estamos todos na falência, a Madeira está no fundo do buraco, nem nesse momento entra no parlamento para responder por aquilo que ele fez então nós entendemos que têm de ser convocadas eleições", insistiu.

Baltasar Aguiar defende "um governo que saia da decisão dos madeirenses em eleições livres e democráticas" e rejeita um Governo de salvação regional como defende o CDS/PP-M que apelida de "enfermeira do regime".

O PS-M apresenta terça-feira uma moção de censura ao Governo Regional.

Diário Digital com Lusa

terça-feira, 24 de abril de 2012

APERTA-SE O CERCO... Quadro do Governo da Madeira terá tentado fugir com documentos

Percebe-se perfeitamente a razão de ser do crescente nervosismo da pandilha da "Madeira Nova"...

Com a devida vénia ao Jornal de Negócios :

Governo de Alberto João Jardim será suspeito de corrupção, associação criminosa e fraude fiscal.



Um engenheiro que faz parte dos quadros dirigentes dos serviços do Governo Regional da Madeira foi ontem interceptado pela Guarda Nacional Republicana (GNR) quando tentava fugir com documentos das instalações da extinta Secretaria Regional do Equipamento Social da Madeira, noticia hoje o jornal “Público”.

Segundo o jornal, o dirigente terá sido surpreendido por elementos da GNR, que o identificaram e lhe apreenderam os documentos.

A polémica em torno ocultação de despesa pública na Madeira às autoridades estatísticas nacionais, revelada em 2011 pelo INE e Banco de Portugal, originou a realização de buscas em instalações do Governo Regional da Madeira.

Ao final da manhã, já havia notícias de que a ex-Secretaria Regional do Equipamento Social, onde estão instalados a Investimentos Habitacionais da Madeira (IHM), a empresa Estradas da Madeira e as direcções regionais dos Edifícios Públicos, Infraestruturas e Equipamentos e o Ambiente, tinha sido ocupada pela GNR. As buscas, onde participaram vários peritos em sistemas informáticos, foram coordenadas pelo Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP).

Um antigo responsável pelo Equipamento Social disse ao “Público” que a investigação “está a incidir sobre dívidas relacionadas com obras públicas”.

Segundo o “Diário de Notícias”, o inquérito-crime instaurado pelo Ministério Público no ano passado tem por objectivo “averiguar eventuais responsabilidades de ilícitos penais” sobre a “dívida oculta da Madeira.

O jornal acrescenta que sobre os membros do Executivo madeirense recaem as suspeitas de corrupção, associação criminosa, fraude fiscal, falsificação de documentos e branqueamento de capitais.

Segundo o Diário Económico”, a investigação do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) ao desvio nas contas públicas da Madeira teve por objectivo encontrar facturas de fornecedores relativas a empreitadas que não foram remetidas ao Tribunal de Contas.

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Será que dá nalguma coisa? GNR faz buscas no edifício da ex-secretaria do Equipamento Social



De realçar um aspecto importante: as forças da ordem manietadas pelos donos da Madeira Nova foram afastadas deste processo, não fosse extraviar-se algum documento....

(Com a devida vénia ao Diário de Notícias da Madeira):

Uma operação policial da GNR está a decorrer neste momento no antigo edifício da secretaria do Equipamento Social, que está agora sob a dependência do Governo Regional, já que acolhe serviços tutelados pela Vice-Presidência e de outras secretarias regionais.

As autoridades têm o edifício cercado, controlando as entradas e não deixando ninguém sair.

Esta acção de buscas está a decorrer desde as 9 horas.

O DIÁRIO de Notícias da Madeira tem uma equipa de reportagem no local e sabe que todas as comunicações foram cortadas.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Manuel Monteiro é doutor com 18 valores e “distinção e louvor”

Os meus parabéns!

Posso-vos garantir que deu muita luta, principalmente à "porta-voz" do sistema Marina Costa Lobo.



Manuel Monteiro defendeu nesta quarta-feira a sua tese de doutoramento sendo aprovado com 18 valores “por unanimidade” e com “distinção e louvor também por unanimidade”, tendo o presidente do júri, o reitor da Universidade Lusíada, Diamantino Durão salientado ainda o “valor científico da tese e a qualidade da sua defesa pública”.

A tese tem como título “Do recenseamento eleitoral em Portugal”, propõe uma reestruturação do tipo de recenseamento eleitoral que há em Portugal que é obrigatório, para um sistema de voto voluntário.

Além disso, Monteiro defende na sua tese que o número de eleitos para a assembleia da República ou para os órgãos de poder regional ou local passe a ser variável e a depender da participação eleitoral, isto porque o s números dos recenseados seriam indicativos para estabelecer os mandatos, mas depois a eleição efectiva dependeria do número de votantes e da abstenção. Por exemplo, com uma taxa de abstenção de 20 % em legislativas só seriam eleitos 80 % dos deputados, que o recenseamento estabelecia à partida.

segunda-feira, 26 de março de 2012

BRILHANTE TVI !



Magnífica reportagem de encómio a Alberto João Jardim, hoje na TVI. Digna de uma qualquer reportagem de idêntica qualidade das televisões da Coreia do Norte, Cuba ou Venezuela sobre os seus grandes líderes.

A questão que se coloca é quanto terá custado aos contribuintes tal propaganda?

quarta-feira, 21 de março de 2012

ONDE ESTÁ O SR. SILVA?

Face à ocorrência reiterada de actos de terrorismo em solo português (apesar das ameaças ridículas de independência de Alberto João Jardim, ainda o é), o Presidente da República nada faz e assobia para o lado.

A partir deste momento é responsável, quanto mais não seja por omissão, por actos mais graves, que fatalmente e face à impunidade vigente, vão acabar por ocorrer!


- Mais um atentado contra o património da família de Gil Canha. Um irmão e também a mulher do vereador do PND ficaram com as viaturas danificadas.

- Baltazar Aguiar critica o silêncio das autoridades, especialmente o do RR na região. O dirigente do PND fala em violência política na Madeira.

segunda-feira, 19 de março de 2012

PND Madeira preocupado com ataques contra dirigente do partido



Com a devida vénia ao Diário Digital (texto) e Política Pura e Dura (foto)

O PND Madeira indicou esta segunda-feira estar preocupado com os ataques contra a família de Gil Canha, dirigente e vereador do PND à Câmara Municipal do Funchal, avança a edição online do Diário de Notícias.Um carro do irmão de Gil Canha foi incendiado esta madrugada, naquele que é o segundo acto de violência contra membros da família do dirigente da Nova Democracia.


Recentemente, o carro da mulher do vereador foi vandalizado, tendo sido atingido por óleo decapante e tendo os pneus sido furados, apesar da viatura se encontrar dentro de uma garagem fechada.

O líder do PND, Baltazar Aguiar, considera estar instalado um «ambiente de medo», lembrando ainda que em Dezembro Gil Canha e o ex-deputado do PND, António Fontes, foram agredidos «por um indivíduo próximo da JSD».

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

DOIS ANOS....

Dois anos depois da tragédia das enxurradas, contacta-se que muita coisa continua por reconstruir fora do Funchal e dos circuitos turísticos, enquanto foram gastos mais alguns largos milhares de euros em obras que apenas aproveitaram a determinados amigos...

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Foi preciso alguém de fora dizer algumas verdades para muitos ficarem chocados....


E o que não teria dito a ultraliberal e ignorante Merkel se soubesse que na Madeira há quem em 30 anos tenha passado de vendedor de sanitas para dono de um invejável património, com declaração anual de IRS de 750.000 euros!

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

E OS CORRUPTOS LÁ CONSEGUIRAM ACABAR COM A VIAGEM DO NAVIERA DO CONTINENTE...

Nem se apercebem é que o cada vez maior isolamento da Madeira há-de ter mais cedo ou mais tarde elevados custos políticos para eles!

 
Free counter and web stats
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!