domingo, 18 de agosto de 2013

Realmente a "Madeira Nova" de AJJ nada tem a ver com a fundação...

"Nessa época a autoridade não se impunha como poder carrancudo, altivo, peremptório; não ordenava de espada nua ou de pena pronta a ferver em ira, embófia e inconsideração; preferia aconselhar e orientar e empregava palavras de respeito para com os súbditos; era também amor... De seus dizeres e actos desprendia-se uma transcendente visão da vida e um apreço bem português, bem da nossa alma, pela condição humana. Em suma, a autoridade legítima! E tão legítima que a pessoa dela investida aparecia, como homem, entre homens fieis e não necessitava de aplicar ao rosto, convencionalmente, a máscara do mando impecável, infalível, divinatório.   .....   Eram desta grandeza moral os homens da «inclita geração» e os que deles descenderam ou se educaram nos mesmos valores espirituais e históricos!"   

Ernesto Gonçalves in Portugal e a Ilha

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

PETIÇÃO Auditoria aos ingressos na Função Pública e suspensão do regime de mobilidade

Auditoria a todos os ingressos na função pública e suspensão da aplicação do regime da mobilidade até serem apuradas todas as irregularidades.

1. Considerando que nos últimos 25 anos o número de funcionários públicos aumentou cerca de 65%, correspondendo a mais 300.000 funcionários.
2. Considerando que a admissão na função pública está regulada e exige que seja feita por concurso público (Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro, Artigos 50.º a 54.º e Portaria n.º 83-A/2009, de 22 de Janeiro, alterada pela Portaria n.º 145-A/2011, de 6 de Abril)
3. Considerando que no mesmo período o número de concursos públicos corresponde, aproximadamente, a apenas 25% dos funcionários admitidos;
4. Considerando que está assumido, pelo actual Governo e pelos partidos que o suportam, que irá ser aplicado o regime de mobilidade que conduzirá ao despedimento de milhares de funcionários;
5. Considerando que o regime de mobilidade no modelo proposto não considera o processo de ingresso dos funcionários, permitindo, por isso, abrir uma gigantesca porta á injustiça ao permitir que sejam dispensados funcionários regularmente admitidos em benefício de funcionários admitidos sem concurso;
A Plataforma de Cidadania, movimento que suporta candidaturas a todos os órgãos autárquicos de Lisboa, lança esta petição para travar uma das maiores injustiças da nossa história recente. O apuramento que se solicita é, talvez, um processo trabalhoso mas é simples, basta fazer a correspondência entre a data de admissão de cada funcionário e a data dos concursos públicos efectuados. Acreditamos que este procedimento servirá a justiça e honrará o Estado de Direito, os partidos do arco da irresponsabilidade colocaram milhares de amigos por processos irregulares e, agora que o orçamento não chega para todos, preparam-se para fazer sair quem entrou regularmente. É tempo de dizer basta a tanta injustiça. É na indiferença que a injustiça encontra o seu alimento, contamos, por isso com o seu apoio, assine e divulgue esta petição

PLATAFORMA DE CIDADANIA

domingo, 4 de agosto de 2013

FRASE DO DIA

No Diário de Notícias da Madeira, hoje, pela pena do seu director, Ricardo Miguel Oliveira, uma frase que deveria ser alvo de profunda meditação por parte de alguns:

"Se se confirmar o que tem acontecido em anteriores eleições, vamos voltar a ter o partido do poder a correr como se tivesse perdido tudo e algumas candidaturas da oposição a descansar como se estivesse tudo ganho."

Acrescento apenas: ACORDEM!

sábado, 3 de agosto de 2013

ERNESTO GONÇALVES - PORTUGAL E A ILHA


Magnifica obra, injustamente olvidada!

"Pois Adão e Eva se chamaram os primeiros madeirenses -, os primeiros portugueses nascidos fora do Reino, numa ilha solitária desde o princípio do mundo e posta num mar misterioso. ...... Eram portugueses de novo signo... Do signo oceânico. Mas sob o mesmo signo nasceram outros filhos de Gonçalo Aires. E quanto a três deles houve também uma inovação ou se adoptou o que nessa época seria muito raro: - o sacerdote deu-lhes na pia baptismal os nomes dos Reis Magos e foram Belchior, Gaspar e Baltasar."           

ERNESTO GONÇALVES - Portugal e a Ilha
 
Free counter and web stats
Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!